Procedimentos no Consultório


Além da consulta médica, o Otorrinolaringologista pode realizar no seu consultório, quando indicado, alguns procedimentos ambulatoriais, como:

Remoção de Cerume
A Cera ou Cerume é removida pelo Otorrinolaringologista no consultório através de lavagens com água ou soro morno, do uso de aspiradores, curetas ou micropinças.

Remoção de Corpos estranhos de Ouvidos, Nariz e Garganta
Para remoção de corpo estranho de Ouvido (sementes, algodão, insetos, etc.), pode ser necessário lavagens com água ou soro morno, uso de aspiradores, curetas ou micropinças.
No Nariz (sementes, brinquedos, etc.), a remoção do corpo estranho pode se dar com aspiradores, sondas e pinças próprias.
Na Faringe e Laringe (espinha de peixe, etc.), também são removidos corpos estranhos através do emprego de pinças próprias, porém pode ser necessário o auxílio do videolaringoscópio rígido ou flexível.
Em crianças muito pequenas, não colaborativas ou casos selecionados de corpos estranhos, principalmente de laringe, pode ser necessário sedação ou anestesia geral.

Tratamento de Sangramentos Nasais
Se for possível localizar o sítio do sangramento nasal, pode-se proceder a Cauterização, química (ácido tricloroacético) ou elétrica (quando disponível), para resolver a causa do sangramento. É realizada com anestesia local.
Há casos que a fonte do sangramento não é identificada e o Tamponamento Nasal (=tampão nasal) torna-se necessário para resolvê-lo. Trata-se de um curativo temporário colocado no interior de uma ou ambas as fossas nasais, que pode ser deixado por 48-72 horas ou mantido até que o paciente seja levado para tratamento cirúrgico definitivo.

Curativos Otológicos
Em alguns casos de otites médias ou externas, agudas ou crônicas, pode ser necessário o uso de curativos, aspiração de secreções ou cauterização (de pólipos, membrana timpânica, etc.) para auxiliar o tratamento.

Biópsias de Lesões de Boca, Nariz e Ouvidos
É a remoção de parte ou da lesão inteira para exame anatomopatológico. Pode ser realizada em consultório com anestesia local em casos selecionados.

Drenagens
Frente a uma coleção de pus (=abscesso) ou sangue (=hematoma) em garganta, nariz ou orelhas, pode ser realizada uma drenagem ambulatorial sob anestesia local. Casos mais complexos, crianças pequenas ou não colaborativas, podem necessitar de sedação ou anestesia geral para a realização desse procedimento.

Ainda com dúvida? Veja se sua pergunta já foi respondida nas PERGUNTAS FREQUENTES.